politica

Após audiência de custódia, ex-assessor da Presidência alvo de operação da PF segue preso

Creditos: G1 Política

F
ilipe Martins, um ex-assessor do presidente Bolsonaro, foi preso preventivamente na operação Tempus Veritatis da Polícia Federal que investiga um plano de golpe de Estado no país e tentativa de invalidar as eleições de 2022 vencidas por Lula da Silva. Ele foi um dos quatro alvos da operação com mandado de prisão preventiva decreto pelo ministro relator do caso no STF, Alexandre de Moraes. Os advogados de Martins afirmaram que ele está sendo mantido em custódia ilegalmente e que sua liberdade está sendo violada. Além disso, o coronel Rafael Martins e o coronel Marcelo Câmara também foram presos, e o quarto alvo, o coronel Bernardo Romão Corrêa Netto, estava nos Estados Unidos em missão. Valdemar Costa Neto, presidente do Partido Liberal (PL), também foi preso durante a operação. A Polícia Federal o prendeu ao encontrar com ele uma arma de fogo ilegal e uma pepita de ouro oriunda de garimpo. A audiência de custódia de todos os quatro presos foi marcada para a sexta-feira, mas ainda não há informações sobre os resultados das outras três audiências.

Ver notícia completa...

Mais notícias sobre politica
politica

Camilo Santana diz ser 'fundamental' aprovação do Novo Ensino Médio no 1º semestre

O ministro da Educação, Camilo Santana, defendeu nesta quarta-feira (28) a aprovação do Novo Ensino Médio ainda no primeiro semestre para permitir a implantação das mudanças em 2025. O governo federal enviou em outubro de 2023 um projeto de lei para o Con
Mais notícias sobre politica
politica

STJ marca para o dia 20 de março julgamento do pedido da Itália para Robinho cumprir pena

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcou para o próximo dia 20 o pedido do governo da Itália para o ex-jogador Robinho cumprir pena no Brasil. De acordo com o MPF, o Tribunal de Milão solicitou ao estado brasileiro que homologue a sentença condenatória