geral

Entregador chicoteado por ex-atleta representa líder da Revolta da Chibata na Tuiuti: 'Super honrado'

Creditos: G1

M
ax Angelo foi convidado a desfilar no carnaval em homenagem ao almirante João Cândido Felisberto, líder da Revolta da Chibata em 1910. Ele aceitou o desafio sem pensar muito e acredita que o enredo do carnaval tem tudo a ver com a história de Cândido. Max Angelo está feliz por ter a oportunidade de representar Cândido e sente-se honrado por isso. Ele acredita que o carnaval é uma ótima plataforma para passar mensagens importantes para a sociedade e que a situação no Brasil não mudou muito ao longo dos anos, com muitos trabalhos escravo e injúrias racial. Max Angelo está determinado a fazer de tudo para melhorar a situação e sabe que é importante seguir a vida e trabalhar duro. Ele lembra-se do episódio em que foi agredido com uma coleira por Sandra Mathias Correia de Sá e acredita que o papel que ele vai desempenhar no carnaval é um papel simples, mas importante. Ele acredita que o carnaval pode ser usado para passar mensagens importantes e que é importante lembrar a história de Cândido e a luta contra o racismo.

Ver notícia completa...