politica

'Esta cadeira estar comigo é uma cagada', disse Bolsonaro durante reunião com ministros

Creditos: G1 Política

D
urante uma reunião com os ministros, o ex-presidente Jair Bolsonaro fez declarações controversas, questionando a legitimidade das eleições e acusando os ministros do STF de tentar derrubá-lo do poder. Ele afirmou que a cadeira onde ele estava sentado era "uma cagada" e que não entendia por que alguns não entenderam o que estava acontecendo. A PF afirmou que durante a reunião, Bolsonaro ordenou a disseminação de informações fraudulentas para tentar reverter a situação na disputa eleitoral. A operação Tempus Veritatis foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes e resultou em 33 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão preventiva. O passaporte de Bolsonaro foi apreendido e ele está proibido de falar com os investigados. O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, foi alvo de um mandado de busca e acabou preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo. Um documento que defende e anuncia a decretação de um estado de sítio e da garantia da lei e da ordem no país foi encontrado na sede do PL. O relatório da PF afirma que o grupo agia em seis núcleos para organizar uma tentativa de golpe de Estado. Nomes próximos ao ex-presidente, como Braga Netto e Augusto Heleno, também foram alvos de busca e apreensão. O ex-assessor especial de Bolsonaro Filipe Martins e dois militares foram presos. O ex-ministro da Justiça Anderson Torres e o ex-assessor de Bolsonaro Tércio Arnaud foram acusados de integrar um núcleo de desinformação e ataques ao sistema eleitoral. O advogado Amauri Feres Saad também foi alvo da PF. Outro alvo foi um padre católico conservador de Osasco (SP) que, segundo a PF, assessorava na elaboração de minutas de decretos golpistas.

Ver notícia completa...

Mais notícias sobre politica
politica

Camilo Santana diz ser 'fundamental' aprovação do Novo Ensino Médio no 1º semestre

O ministro da Educação, Camilo Santana, defendeu nesta quarta-feira (28) a aprovação do Novo Ensino Médio ainda no primeiro semestre para permitir a implantação das mudanças em 2025. O governo federal enviou em outubro de 2023 um projeto de lei para o Con
Mais notícias sobre politica
politica

STJ marca para o dia 20 de março julgamento do pedido da Itália para Robinho cumprir pena

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcou para o próximo dia 20 o pedido do governo da Itália para o ex-jogador Robinho cumprir pena no Brasil. De acordo com o MPF, o Tribunal de Milão solicitou ao estado brasileiro que homologue a sentença condenatória