geral

Fuzileiro naval é preso suspeito de roubar R$ 2,5 milhões em joias

Creditos: ÚltimoSegundo

O
fuzileiro naval Marcelo Majeed Hernandez foi preso no Texas, EUA, acusado de dois crimes de roubo de primeiro grau. Ele é suspeito de ter cometido os assaltos na joalheria David Yurman Jewelry e na Helzberg Diamond. No primeiro assalto, avaliado em mais de US$ 380 mil, o suspeito arrombou a porta da frente, quebrou vitrines e levou mais de 200 joias. No segundo assalto, mais de US$ 170 mil em joias foram roubadas. Durante a prisão, foram encontradas três pistolas, US$ 11.000 em dinheiro e US$ 500.000 (o equivalente a R$ 2,5 milhões) em joias, incluindo diamantes, no carro de Hernandez. Ele está sob custódia com uma fiança fixada em US$ 500.000. O Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA declarou estar ciente das acusações contra Hernandez e estar colaborando com as autoridades locais.

Ver notícia completa...