politica

Guerra no Oriente Médio: governo quer que Petrobras aguarde antes de alterar preços de combustíveis no Brasil

Creditos: G1 Política

O
texto discute vários tópicos relacionados à economia e à política internacional. Primeiro, há uma menção à nova estratégia comercial da Petrobras, que é vista como uma boa notícia porque não passa a volatilidade imediatamente ao consumidor. No entanto, o mercado futuro do barril de petróleo abriu em baixa na segunda-feira, com o preço variando dependendo das notícias vindas de Israel e Irã. O diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura, Adriano Pires, prevê que o preço do petróleo pode superar os US$ 100, mas não é certo. Ele menciona que a eficiência demonstrada por Israel na defesa contra os drones iranianos pesa para um preço mais comportado. Outro fator a ser analisado é se o Irã se dará por satisfeito com a situação e tudo ficará como está.

    No campo diplomático, a intensidade dos efeitos do agravamento da guerra no Oriente Médio na economia brasileira e mundial depende exatamente da resposta de Israel aos ataques do Irã. O governo iraniano afirmou que o ataque foi pontual e já está concluído como um ato de defesa pelos ataques de Israel à embaixada do Irã na Síria. Líderes mundiais estão pedindo para que Israel não revide e evite uma escalada da crise na região.

    Além disso, os mercados já estavam instáveis por causa de uma inflação mais persistente nos Estados Unidos, levando a um atraso no início da queda dos juros por lá. Agora, a situação no Oriente Médio é um novo fator de tensão nos mercados, tornando a vida da equipe econômica no Brasil mais complicada e possivelmente afetando a estratégia do Banco Central de redução da taxa de juros.

Ver notícia completa...

Mais notícias sobre politica
politica

Ministro de apoio ao RS diz que governo estuda pagar famílias para abrigar vítimas das chuvas

Paulo Pimenta estimou que repasse pode ser de R$ 400 por pessoa abrigada; medida deverá ser discutida junto ao Ministério do Desenvolvimento Social nos próximos dias. RS tem mais de 75 mil pessoas em abrigos e mais de 540 mil desalojadas. Ministro Pa
Mais notícias sobre politica
politica

Debate para governador de Alagoas

Quatro candidatos participaram de debate nesta terça-feira (2), com transmissão pela TV Gazeta e pelo G1. Debate para governador de Alagoas Quatro candidatos participaram de debate nesta terça-feira (2), com transmissão pela TV Gazeta e pelo G1. Mediado p